SC EDIÇÃO 2

12 abril 2017
(1 Vote)
Author :   Vários
Preço:6,90 (Papel); 5,00 (Digital) | 2010. Revista Segurança Comportamental, 2, 1-48 Capa: PAULO MARQUES AUGUSTO | Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

SUMÁRIO 2
TRABALHO
CONSTRUÇÃO | 4
Importância da saúde e segurança na construção civil para evitar o síndrome de Burnout
Hamilton Júnior
SERVIÇOS | 8
As diferenças geracionais e a prudência, nos serviços de aviação
Natividade Gomes Augusto
INDÚSTRIA | 11
Segurança comportamental em empresas petrolíferas
Francisco Rocha Dias
SAÚDE | 14
Avaliação e percepção do risco de lesões músculo-esqueléticas relacionadas com o trabalho em enfermeiros de viatura médica de emergência e reanimação
Madalena Torres, Pedro Arezes e Mónica Paz Barroso

GRANDE ENTREVISTA (Acesso gratuito)
Grande Entrevista com PAULO MARQUES AUGUSTO | 21
Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

SOCIEDADE
FAMÍLIA | 17
As crianças e as tecnologias da informação e da comunicação
Júlio Santos
ESCOLA | 19
Os professores face ao bullying: meros observadores ou intervenientes activos?
Sofia Vale de Melo Valente
SAÚDE PÚBLICA | 26
Suicídio e risco de suicídio: uma problemática de saúde pública
Susana Sobral Mendonça
AMBIENTE | 28
Factores de risco sísmico, na perspectiva leiga
Carmen Diego Gonçalves
ESTRADA | 30
Comportamento do condutor e sinistralidade: alguns números
Ana Maria Coroado e Maria João Barros

CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
FOTOGRAFIA EUROPEIA E NACIONAL DOS RISCOS PSICOSSOCIAIS: APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO INQUÉRITO EUROPEU ÀS EMPRESAS SOBRE NOVOS RISCOS EMERGENTES | 32
Sónia P. Gonçalves e Natividade Gomes Augusto
VAMOS CONVERSAR: INFLUÊNCIA NA MODIFICAÇÃO DO COMPORTAMENTO | 36
Artur Brites dos Santos
OS RISCOS DO RISCO: TÓPICOS PARA UM MAPEAMENTO IMPRESSIVO | 39
Helder Raposo
OS COMPORTAMENTOS DE ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO E SUAS CONSEQUÊNCIAS NAS VÍTIMAS | 41
Nuno Queiroz de Andrade e Telmo Mourinho Baptista
PERTURBAÇÕES PSICOLÓGICAS ASSOCIADAS AOS ACIDENTES DE TRABALHO | 44
Sónia P. Gonçalves

Pay to read more
  • CONFIABILIDADE HUMANA NA SEGURANÇA. HÁ COMO PREVENIR AS VIOLAÇÕES?

    CONFIABILIDADE HUMANA NA SEGURANÇA. HÁ COMO PREVENIR AS VIOLAÇÕES?

    É complicado compreender as recompensas de se trabalhar com segurança e com confiabilidade (Behavior-Based Reliability), já que estamos a trabalhar para não ocorrer nada, não ocorrer lesões, não ocorrer acidentes. Qualquer organização que pretenda evoluir no seu desempenho e construir a sua sustentabilidade, deve esforçar-se para reduzir os acidentes, especialmente através do potencial da falha humana. Deve ser desenvolvido um programa específico para tratar as violações, associado ao organismo vivo cognitivo, emotivo e relacional, característico daquele contexto. Há várias soluções aplicadas aos vários tipos de violações: rotineiras, optimizadoras, situacionais e excepcionais.

    Pay to read more

  • EFICIÊNCIA DA GESTÃO BBS (BEHAVIOR BASED SAFETY) ATRAVÉS DA FILOSOFIA LEAN

    EFICIÊNCIA DA GESTÃO BBS (BEHAVIOR BASED SAFETY) ATRAVÉS DA FILOSOFIA LEAN

    Lean Behavior-Based Safety é uma abordagem aprimorada de melhoria do sistema de segurança do trabalho, baseada em comportamentos, utilizando a redução do desperdício, reduzindo ou eliminando custos e tempo. Esta abordagem decorre da experiência prática de quase uma década da PROATIVO, Instituto Português, em implementação de programas BBS e pode estar focada no processo puro de gestão (ex: integração sistémica, tipo de lista de verificação, incorporação da linha de alarme de segurança-comportamental, condução de diálogos preventivos de segurança, gestão consequências PIC/NIC e formação & coaching), assim como, na gestão do contexto cultural (ex: thinking people system, líderes lean, gestão de hábitos e trabalhadores como motor).

    Pay to read more

  • OS ACIDENTES DE TRABALHO SÃO EVENTOS HETERODETERMINADOS

    OS ACIDENTES DE TRABALHO SÃO EVENTOS HETERODETERMINADOS

    Um dos fatores passível de contribuir para o aumento do número de acidentes é a diferença existente entre trabalho prescrito e o trabalho real. Há uma variedade de situações vividas pelos trabalhadores que não estão previstas nas normas e regras de segurança das empresas. No decorrer das suas atividades laborais alguns trabalhadores preferem efetuar “desvios” ao trabalho prescrito, quando sabem antecipadamente que esses “erros” não se traduzem em cenários ou consequências perigosas para a organização ou para si próprios. Na investigação e análise de acidentes, regra geral, não são consideradas as raízes das causas, nem os diversos fatores que possibilitaram gerar o alinhamento simultâneo ou sequencial de condições que permitiram chegar até ao acidente.

    Pay to read more

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…