SC EDIÇÃO 4

12 abril 2017
(0 votos)
Author :   Vários
Preço:6,90 (Papel); 5,00 (Digital) | 2011. Revista Segurança Comportamental, 4, 1-48 Capa: IWAN BRUNNER | Director-Geral da SCHINDLER Portugal

SUMÁRIO 4
TRABALHO
INDÚSTRIA - SECTOR ELÉCTRICO | 4
Mudança cultural baseada no comportamento de segurança: uma experiência no sector eléctrico brasileiro
José Luiz Alves, Luiz de Miranda Junior
INDÚSTRIA - EMERGÊNCIA | 8
Emergência na indústria
Carlos Dias Ferreira
INDÚSTRIA - SECTOR METALOMECÂNICO | 12
Maturidade de segurança na indústria de metalomecânica: dados de um estudo de caso
Hernâni Veloso Neto
OUTROS - SECTOR BANCÁRIO | 16
Assédio moral no local de trabalho: o sector bancário português
Ana Teresa Verdasca

GRANDE ENTREVISTA (Acesso gratuito)
Grande Entrevista com IWAN BRUNNER | 22
Director-Geral da SCHINDLER Portugal

SOCIEDADE
FAMÍLIA | 19
A violência doméstica: reflexão para uma intervenção
Elsa Montoya
ESCOLA | 26
Um olhar sobre a violência na escola: revisitando o fenómeno do Bullying
Paula Paulino
SAÚDE PÚBLICA | 28
Ansiedade e depressões tendem a aumentar nos desempregados com mais de 50 anos
Rita Borges das Neves
ESTRADA | 30
O contributo do comportamento para a segurança rodoviária
Diogo Júdice, Luís Farinha

CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
EM PORTUGAL, A SEGURANÇA NO LOCAL DE TRABALHO É RELEGADA PARA SEGUNDO PLANO PELAS PRESSÕES DE NEGÓCIO, SEGUNDO ESTUDO DA DUPONT SUSTAINABLE SOLUTIONS | 32
Caroline Pajot
DIÁLOGOS COMPORTAMENTAIS (DIÁRIOS) DE SEGURANÇA (DCDS) | 34
Natividade Gomes Augusto, José Luiz Alves
O VISÍVEL E O INVISÍVEL NA TEMÁTICA DOS ACIDENTES DE TRABALHO | 36
João Areosa
NOVOS RISCOS SOCIAIS, VELHAS DISCUSSÕES: CAMINHANDO PARA UMA «DEMOCRACIA TÉCNICA» DA AVALIAÇÃO E PERCEPÇÃO DE RISCO | 40
Rui Gaspar, Teresa Costa, José Palma-Oliveira
PERCEPÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR NUMA AMOSTRA PORTUGUESA: APRESENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE INTERVENÇÃO EM RISCOS PSICOSSOCIAIS | 42
Ludovina Azevedo, Cecília Loureiro, Daniela Sousa, João Paulo Pereira, Maria João Pereira, Cátia Oliveira, Joaquim Almeida

BREVES | 45

Pay to read more
  • SISTEMA CEREBRAL, HÁBITOS, RESPIRAÇÃO E STRESSE

    SISTEMA CEREBRAL, HÁBITOS, RESPIRAÇÃO E STRESSE

    Para cada ação realizada pela primeira vez, o cérebro constrói um “caminho neuronal”. Perante a repetição dessa ação, o cérebro vai entender que aquela ação é necessária, sendo desta forma reforçado o caminho neuronal, através da passagem de impulsos elétricos/químicos recorrentes e constantes, tornando-se um automatismo, passando a informação do neocórtex para o cérebro dos mamíferos inferiores ou réptiliano, responsáveis pelos automatismos e hábitos. Existe um circuito neuronal que causa ansiedade quando respiramos de uma determinada forma e tranquilidade quando respiramos de outra. É neste ponto que entra a reeducação respiratória. Um indivíduo reeducado é um indivíduo com mais vitalidade e capacidade de resposta aos desafios e pressões externas, como por exemplo perante um contexto causador de stresse.

    Pay to read more

  • CONFIABILIDADE HUMANA NA SEGURANÇA. HÁ COMO PREVENIR AS VIOLAÇÕES?

    CONFIABILIDADE HUMANA NA SEGURANÇA. HÁ COMO PREVENIR AS VIOLAÇÕES?

    É complicado compreender as recompensas de se trabalhar com segurança e com confiabilidade (Behavior-Based Reliability), já que estamos a trabalhar para não ocorrer nada, não ocorrer lesões, não ocorrer acidentes. Qualquer organização que pretenda evoluir no seu desempenho e construir a sua sustentabilidade, deve esforçar-se para reduzir os acidentes, especialmente através do potencial da falha humana. Deve ser desenvolvido um programa específico para tratar as violações, associado ao organismo vivo cognitivo, emotivo e relacional, característico daquele contexto. Há várias soluções aplicadas aos vários tipos de violações: rotineiras, optimizadoras, situacionais e excepcionais.

    Pay to read more

  • A LIDERANÇA EFETIVA EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

    A LIDERANÇA EFETIVA EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

    Para que se concretize a efetividade da liderança em segurança e saúde é necessário, entre outros, que haja inteligência emocional no seu desempenho, tenha perfeito conhecimento dos riscos e da sua magnitude, participe na implementação de ações que comprometem todos os envolvidos, comunique de forma positiva e eficaz. Os líderes serão os elementos influenciadores da organização que, em função da visão e missão traçadas, permitirão que os seus seguidores vivenciem os valores da liderança, se inspirem e se motivem na realização das suas tarefas, através de práticas seguras, melhorando assim a cultura de segurança da empresa.

    Pay to read more

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…