As autoridades de promoção de saúde deverão conduzir os indivíduos sociais a avaliarem o risco de sofrerem uma doença e de mudarem o seu comportamento adequadamente, ou seja, de maneira a reduzirem esse risco e a preservarem a sua saúde, comportando‑se de forma segura!

Pay to read more

Impulsionar a mudança comportamental, é um processo contínuo e lento, tendo por base o conhecimento, reconhecimento e respeito da parte fundamental do sistema de segurança: as pessoas!

Pay to read more

Em tempos de crise económica, os gestores e os técnicos têm de pensar que, de forma gratuita, podem corrigir os comportamentos de risco, e desta forma reduzir de forma esmagadora os números de acidentes.

Pay to read more

A escola é o lugar preferencial onde o indivíduo adquire competências para desenvolver comportamentos seguros. Para isso, terá que existir um programa preventivo, e também interventivo perante o bullying, onde se insira o papel do agressor, da vítima, do espectador, dos professores e família.

Pay to read more

A idade dos programas comportamentais voltados para a segurança e saúde ocupacional gira em torno de 30 ou 40 anos, aproximadamente. Com esta maturidade, já se consegue identificar claramente, com base em muitas e muitas experiências, o que se precisa de fazer para um programa comportamental se tornar um desastre. Sabemos, felizmente, o que fazer ou o que não fazer para dar certo ou dar errado, para cada tipo de contexto laboral existente. Este texto destina-se a apresentar dois tópicos que são chave para o sucesso de um programa comportamental. Sem eles, ou com eles mas sem qualidade, o programa pode se tornar apenas um sonho, com custos irrecuperáveis.

Pay to read more

Atividades que promovam a colaboração entre trabalhadores e o sentimento de pertença na empresa, facilitam o processo de mudança comportamental, tendo aumentado o número de reportes de situações de risco e a preocupação com o bem-estar do outro.

Pay to read more

Acidentes domésticos com produtos químicos, em crianças, são frequentes. Urge uma mudança de comportamentos!

Pay to read more

A existência de uma fraca cultura de segurança ou mesmo a inexistência desta, na população, é um fator que dificulta a inversão da tendência de situações de incêndios na IUF. É necessária uma melhor sensibilização à população que conduza a uma maior perceção de risco e por isso a uma mudança comportamental, mais preventiva e protetiva.

Pay to read more

Pág. 1 de 2

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…