SC EDIÇÃO 2

12 abril 2017
(1 Vote)
Author :   Vários
Preço:6,90 (Papel); 5,00 (Digital) | 2010. Revista Segurança Comportamental, 2, 1-48 Capa: PAULO MARQUES AUGUSTO | Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

SUMÁRIO 2
TRABALHO
CONSTRUÇÃO | 4
Importância da saúde e segurança na construção civil para evitar o síndrome de Burnout
Hamilton Júnior
SERVIÇOS | 8
As diferenças geracionais e a prudência, nos serviços de aviação
Natividade Gomes Augusto
INDÚSTRIA | 11
Segurança comportamental em empresas petrolíferas
Francisco Rocha Dias
SAÚDE | 14
Avaliação e percepção do risco de lesões músculo-esqueléticas relacionadas com o trabalho em enfermeiros de viatura médica de emergência e reanimação
Madalena Torres, Pedro Arezes e Mónica Paz Barroso

GRANDE ENTREVISTA (Acesso gratuito)
Grande Entrevista com PAULO MARQUES AUGUSTO | 21
Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

SOCIEDADE
FAMÍLIA | 17
As crianças e as tecnologias da informação e da comunicação
Júlio Santos
ESCOLA | 19
Os professores face ao bullying: meros observadores ou intervenientes activos?
Sofia Vale de Melo Valente
SAÚDE PÚBLICA | 26
Suicídio e risco de suicídio: uma problemática de saúde pública
Susana Sobral Mendonça
AMBIENTE | 28
Factores de risco sísmico, na perspectiva leiga
Carmen Diego Gonçalves
ESTRADA | 30
Comportamento do condutor e sinistralidade: alguns números
Ana Maria Coroado e Maria João Barros

CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
FOTOGRAFIA EUROPEIA E NACIONAL DOS RISCOS PSICOSSOCIAIS: APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO INQUÉRITO EUROPEU ÀS EMPRESAS SOBRE NOVOS RISCOS EMERGENTES | 32
Sónia P. Gonçalves e Natividade Gomes Augusto
VAMOS CONVERSAR: INFLUÊNCIA NA MODIFICAÇÃO DO COMPORTAMENTO | 36
Artur Brites dos Santos
OS RISCOS DO RISCO: TÓPICOS PARA UM MAPEAMENTO IMPRESSIVO | 39
Helder Raposo
OS COMPORTAMENTOS DE ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO E SUAS CONSEQUÊNCIAS NAS VÍTIMAS | 41
Nuno Queiroz de Andrade e Telmo Mourinho Baptista
PERTURBAÇÕES PSICOLÓGICAS ASSOCIADAS AOS ACIDENTES DE TRABALHO | 44
Sónia P. Gonçalves

Pay to read more
  • FATORES HUMANOS NAS INVESTIGAÇÕES DE ACIDENTES. O modelo ABC e ABC reverso é usado para identificar comportamentos inadequados e propor soluções em investigações

    FATORES HUMANOS NAS INVESTIGAÇÕES DE ACIDENTES. O modelo ABC e ABC reverso é usado para identificar comportamentos inadequados e propor soluções em investigações

    Após um acidente existem muito esforço para determinar as causas raiz e recomendações respetivas, no entanto, não é raro que a ocorrência se repita. O drama se torna real quando precisamos escolher as recomendações, pois cada uma deve contribuir com sua “parcela de probabilidade”. Se não analisarmos profundamente o desvio comportamental, o tipo de erro cometido e sobretudo os fatores humanos envolvidos, a chance de sucesso é muito pequena. Este artigo contém uma sugestão de um método de análise, por abordar profundamente os fatores humanos envolvidos. São apresentados alguns conceitos e definições importantes que são fundamentais para a metodologia: erros internos e externos, fatores humanos e o modelo ABC e ABC reverso.

    Pay to read more

  • SUSTENTAÇÃO DA METODOLOGIA 6S  ATRAVÉS DOS PRINCÍPIOS BBS: 6S (1-Separar; 2-Simplificar; 3-Salubrificar; 4-Sistematizar; 5-Sustentar E 6-SEGURANÇA) BBS (Behavior Based Safety)

    SUSTENTAÇÃO DA METODOLOGIA 6S ATRAVÉS DOS PRINCÍPIOS BBS: 6S (1-Separar; 2-Simplificar; 3-Salubrificar; 4-Sistematizar; 5-Sustentar E 6-SEGURANÇA) BBS (Behavior Based Safety)

    A metodologia 6S é uma abordagem sistemática de organização do trabalho e de goodhousekeeping é aplicada à produção de produtos e serviços de qualidade, sempre de forma segura. Para potencializar os resultados da metodologia 6S é obrigatório que haja a integração dos conceitos, princípios e ferramentas BBS. Foca primeiramente as condições e organização de trabalho e numa etapa seguinte o fator humano. Para cada regra deve haver pelos menos um comportamento alvo definido, no entanto, a quantidade de comportamentos alvo a monitorizar deve ser bem menor do que a quantidade de regras a implementar. O sistema de informação, comunicação, instrução e coaching deve acompanhar a implementação destas metodologias.

    Pay to read more

  • INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE DE ACIDENTES: A ATRIBUIÇÃO CAUSAL E AS SUAS CONSEQUÊNCIAS

    INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE DE ACIDENTES: A ATRIBUIÇÃO CAUSAL E AS SUAS CONSEQUÊNCIAS

    Este estudo tem como objetivo geral ajudar a desenvolver uma metodologia de análise de acidentes comum e rigorosa, que possa ser usada pelos técnicos de segurança, de forma a poder encontrar as causas raízes reais dessas ocorrências indesejáveis. Foi possível observar que não existe uma visão clara e consistente na utilização dos modelos teóricos de análise de acidentes, por parte dos técnicos de segurança no trabalho. Os modelos sistémico e epidemiológico parecem ser os modelos de análise de acidente, que colocam as questões mais importantes para responder de forma mais adequada às análises dos acidentes.

    Pay to read more

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…