Investigação e Análise de Acidentes, Quase-Acidentes e Pré-Acidentes – Fatores Humanos (5.ªed.)

(0 votos)

SAFETY I & SAFETY II
Holiday Inn Lisbon-Continental | Lisboa
24, 25, 26 e 27 de novembro de 2020| 9H30 às 17H30 | 28 horas

ENQUADRAMENTO
A sinistralidade laboral é uma das principais preocupações em segurança e saúde no trabalho. As lesões por acidentes de trabalho causam um impacto negativo tanto nas empresas, nos trabalhadores, nas famílias e sociedade em geral, repercutindo-se tanto em custos diretos como indiretos. O único aspeto positivo é a aprendizagem organizacional. Assim, é desperdício em gestão se este processo não for ao encontro deste fator positivo para incrementar a prevenção em segurança e saúde no trabalho. Fazer uma boa gestão dos quase-acidentes é também um desafio para as empresas para elevar a eficiência do sistema de gestão de segurança. Esta é a gestão da segurança baseada na abordagem Safety I. Atualmente, existe uma abordagem nova designada de Safety II, defendendo que para o sistema de segurança se manter resiliente e robusto, é necessário saber o que aconteceu (o passado), o que acontece (o presente), o que pode acontecer (o futuro). Surgem técnicas para investigação e análise de “pré-acidente” segundo modelos não lineares, com a capacidade de simular a construção de acidentes futuros, conectando eventos de trás para a frente, gerindo variabilidade através da capacidade de ajustes do fator humano.
OBJETIVOS
Conhecer a gestão de ocorrências com base na abordagem safety I e safety II;
Reconhecer a importância dos fatores humanos na gestão de ocorrências;
Saber desenvolver um procedimento e documentos de suporte para a gestão de acidentes/quase-acidentes e pré-acidentes;
Conhecer técnicas de investigação e análise de acidentes/quase-acidentes e pré-acidentes;
Integrar os modelos de investigação e análise de fatores humanos;
Identificar barreiras preventivas e corretivas;
Conhecer indicadores de segurança de resultados e de desempenho.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Módulo I – Enquadramento
Conceitos e princípios de safety I
Modelo de gestão de falhas humanas
Conceitos e princípios de resiliência em segurança (safety II)
Princípios de gestão da mudança
Modelo de gestão de fatores humanos
Módulo II – Cultura de segurança e resiliência
Níveis de maturidade de cultura de segurança justa
Maturidade de resiliência nas organizações
Módulo II – Gestão de acidentes, quase-acidentes e pré-acidentes
Procedimento de acidentes e quase-acidentes
Procedimento de pré-acidentes
Listas de verificação
Guião de entrevista
Lista de questões HOP (Human and Organizational Performance)
Módulo III – Investigação e recolha de informação e dados
Grupo de investigação e realização de planos
Descrição detalhada segundo o método 5Ws e 1H, em safety I
Identificação de tensões nas atividades, em safety II
Elaboração da time-line: linearidade ou conexão
Simulação ou reconstrução da ocorrência, em safety I
Construção da possível ocorrência, em safety II
Módulo IV – Entrevistas ou conversas HOP
Procedimento de entrevistas, em safety I
Procedimento de conversas HOP, em safety II
Comunicação não verbal
Módulo IV – Observação de tarefas críticas
Descrever o tesouro de informação
Identificar a variabilidade e avaliar potenciais falhas
Modelagem de desempenho
Módulo V – Análise de acidentes, quase-acidentes e pré-acidentes
Ferramentas de análise lineares ou não lineares
Diagrama de Ishikawa – 6M
Árvore dos 5 porquês estendido para why why because logical analysis
Análise da falha humana através do modelo ABC (antecedents, behavior, consequences)
Método de Análise de Ressonância Funcional (FRAM – Functional Resonance Analysis Method)
Análise HOP (Human and Organizational Performance)
Módulo VI – Barreiras preventivas e corretivas
Eixos de barreiras
Key Learnings sobre sucesso e insucesso
Incentivos de barreiras e resiliência
Módulo VII – Avaliação
Pirâmide de referência
Indicadores reativos (resultados)
Indicadores proativos (desempenho)
Avaliação de execução do plano de ações SST

MÉTODOS DE EXPOSIÇÃO
Breve método expositivo. Métodos ativos andragogicos. Técnica visual thinking.

DESTINATÁRIOS
Técnicos de segurança e higiene do trabalho, representantes dos trabalhadores, consultores e auditores de SST, formadores de SST, médicos do trabalho, sociólogos, psicólogos, enfermeiros, técnicos de saúde, responsáveis e técnicos de gestão de recursos humanos, gestores, supervisores e colaboradores de diversas áreas.

EQUIPA FACILITADORA

 

 

Natividade Gomes Augusto: licenciada em sociologia pelo ISCTE-IUL. Pós-graduada em Gestão de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho pelo ISCSEM. Pós-Graduada em Sistemas Integrados, Qualidade, Ambiente, Segurança e Responsabilidade Social. Técnica Superior de Segurança no setor da Aviação. Auditora de Segurança e Saúde no trabalho. Docente universitária em pós-graduações de SST. Especialista em comportamentos de segurança e saúde. Formadora há 25 anos, com experiência prática em gamification. Facilitadora principal do 1.º curso em Portugal sobre segurança comportamental, lecionado ao público em geral. Presidente do “Workshop sobre Segurança e Saúde Comportamental”, realizado a sua 7.ª edição em 2019. Diretora Editorial da Revista Qualidade, entre 2016-2019. CEO da Revista Segurança Comportamental, desde 2009. Autora de vários artigos sobre observações preventivas de segurança e saúde, safety I & safety II, falha humana, entre outros.
  Celestino Martins: licenciado em Ciência Sociais, área vocacional de Psicologia Social pela UAb. Mestre em Segurança e Higiene no Trabalho na ESCE/IPS. Desempenhou a função de coordenador de saúde ocupacional e segurança nas empresas portuguesas de betão pronto do Grupo CIMPOR, onde aplicou um programa de segurança comportamental. Perito em técnicas de investigação e análise de acidentes de trabalho.

 

+ informações sobre o LOCAL

+ informações sobre a INSCRIÇÃO

 

ORGANIZAÇÃO

 

 

PARCEIROS

 

https://europa.eu

 

 ww.osha.europa.eu/pt

 

www.act.pt

 

www.pro-ativo.com

 

 

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…