SUMÁRIO 9

05 | SOCIEDADE
06 |FAMÍLIA
Comportamentos de prevenção: acidentes em casa com bebés e crianças
Sónia P. Gonçalves
08 | ESCOLA
Brincar no espaço de jogo e recreio escolar: entre a (in)segurança e o risco
Amália Rebolo Marques

12 | TRABALHO
13 | SETOR CALL CENTRES
Riscos psicossociais em call centres
Isabel Maria Bonito Roque
16 | SETOR ELÉTRICO
Promover a consciêncialização em riscos elétricos
Elias do Nascimentos Melo Filho
18 | SETOR LOGÍSTICO
As causas raiz na investigação e análise de incidentes de trabalho
César Petrónio Augusto

20 | GRANDE ENTREVISTA (acesso gratuito)
Juliana Bley

28 | CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
29 | GESTÃO DA EMERGÊNCIA - Desenvolvimento de exercícios
José Goulão Marques
34 | PSICODINÂMICA DO TRABALHO
João Areosa & Paulo Marques Alves
38 | PERCEPÇÃO HUMANA E PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO: CONTRIBUIÇÕES PSICOLÓGICAS
Débora Brandalise Bueno
40 | OS DESAFIOS DA ANDRAGOGIA
Nuno Queiroz de Andrade

42 | NOTICIAS BREVES

SUMÁRIO 7
SOCIEDADE
FAMÍLIA | 4
Prevenção de quedas nos idosos – um desafio lançado às sociedades contemporâneas
Joana Diogo
SAÚDE PÚBLICA | 8
e-Saúde: O conceito de um paciente mais informado?!
Henrique Teixeira Gil

TRABALHO
SETOR ELÉTRICO | 10
Disciplina operacional como barreira ao acidente, no setor elétrico
Natividade Gomes Augusto & José L. Lopes Alves
SETOR DE BETÃO PRONTO | 14
Modelo de mudança de cultura de segurança numa indústria portuguesa de Betão Pronto
Celestino Martins
SETOR DE SAÚDE | 18
Cuidados de saúde a imigrantes: para uma cultura de segurança e confiabilidade
Alcinda Sacramento Costa dos Reis, Mª Arminda Mendes Costa

GRANDE ENTREVISTA (acesso gratuito)
EMÍLIA TELO |22
Representante, em Portugal, da Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho
A aposta futura em SST será a nível comportamental porque poderá ser a aposta mais económica.

CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
METODOLOGIA 6S | 30
A Segurança na Metodologia 6S
Carlos A. D. Ferreira
GESTÃO DE INCIDENTES | 34
Gestão de Incidentes Críticos
Liliana Dias, Sandra Gonçalves Monteiro
COMPORTAMENTOS EM EMERGÊNCIA | 36
O comportamento humano em situações de emergência
João Emílio Almeida, Rosaldo J. F. Rossetti, António Leça Coelho
INTERVENÇÃO EM RISCOS PSICOSSOCIAIS | 38
Intervenção organizacional e comportamental em fatores de exposição a riscos psicossociais.
Natividade Gomes Augusto

BREVES | 45

SUMÁRIO 4
TRABALHO
INDÚSTRIA - SECTOR ELÉCTRICO | 4
Mudança cultural baseada no comportamento de segurança: uma experiência no sector eléctrico brasileiro
José Luiz Alves, Luiz de Miranda Junior
INDÚSTRIA - EMERGÊNCIA | 8
Emergência na indústria
Carlos Dias Ferreira
INDÚSTRIA - SECTOR METALOMECÂNICO | 12
Maturidade de segurança na indústria de metalomecânica: dados de um estudo de caso
Hernâni Veloso Neto
OUTROS - SECTOR BANCÁRIO | 16
Assédio moral no local de trabalho: o sector bancário português
Ana Teresa Verdasca

GRANDE ENTREVISTA (Acesso gratuito)
Grande Entrevista com IWAN BRUNNER | 22
Director-Geral da SCHINDLER Portugal

SOCIEDADE
FAMÍLIA | 19
A violência doméstica: reflexão para uma intervenção
Elsa Montoya
ESCOLA | 26
Um olhar sobre a violência na escola: revisitando o fenómeno do Bullying
Paula Paulino
SAÚDE PÚBLICA | 28
Ansiedade e depressões tendem a aumentar nos desempregados com mais de 50 anos
Rita Borges das Neves
ESTRADA | 30
O contributo do comportamento para a segurança rodoviária
Diogo Júdice, Luís Farinha

CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
EM PORTUGAL, A SEGURANÇA NO LOCAL DE TRABALHO É RELEGADA PARA SEGUNDO PLANO PELAS PRESSÕES DE NEGÓCIO, SEGUNDO ESTUDO DA DUPONT SUSTAINABLE SOLUTIONS | 32
Caroline Pajot
DIÁLOGOS COMPORTAMENTAIS (DIÁRIOS) DE SEGURANÇA (DCDS) | 34
Natividade Gomes Augusto, José Luiz Alves
O VISÍVEL E O INVISÍVEL NA TEMÁTICA DOS ACIDENTES DE TRABALHO | 36
João Areosa
NOVOS RISCOS SOCIAIS, VELHAS DISCUSSÕES: CAMINHANDO PARA UMA «DEMOCRACIA TÉCNICA» DA AVALIAÇÃO E PERCEPÇÃO DE RISCO | 40
Rui Gaspar, Teresa Costa, José Palma-Oliveira
PERCEPÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR NUMA AMOSTRA PORTUGUESA: APRESENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE INTERVENÇÃO EM RISCOS PSICOSSOCIAIS | 42
Ludovina Azevedo, Cecília Loureiro, Daniela Sousa, João Paulo Pereira, Maria João Pereira, Cátia Oliveira, Joaquim Almeida

BREVES | 45

SUMÁRIO 3
TRABALHO
CONSTRUÇÃO | 4
Gerir comportamentos para melhorar a segurança
Abel Pinto e Ana Cristina Martins
INDÚSTRIA | 8
Como reduzir a sinistralidade no trabalho numa agro-indústria? O exemplo de um caso real
César Augusto
SAÚDE | 12
Stress, Burnout e desordens emocionais em profissionais de saúde de oncologia
João Paulo Pereira, Joana Rodrigues, Maria João Cunha e Santiago Gascon
OUTROS SECTORES | 16
Ser bombeiro: implicações para a sua saúde
Dália Marcelino

GRANDE ENTREVISTA (Acesso gratuito)
Grande Entrevista com JOSÉ LUIS FORTE | 21
Inspector-Geral da Autoridade para as Condições de Trabalho

SOCIEDADE
FAMÍLIA | 19
A internet e a criança!
Paulo Zenida
ESCOLA | 26
Os ambientes virtuais de aprendizagem colaborativa na promoção da prevenção e segurança em contexto educativo
Orlando Queirós
SAÚDE | 28
A gripe sazonal: breve revisão sobre as causas, formas de transmissão, métodos para evitar o contágio e peso social da doença
Luís Mendonça Galaio e Ema Sacadura Leite
AMBIENTE | 30
Produção, segurança e ambiente
Paulo Granjo
ESTRADA | 32
O novo plano europeu de segurança rodoviária
Luís Miguel Pereira Farinha

CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
PREVENÇÃO DE RISCOS PSICOSSOCIAIS NO TRABALHO: COMPORTAMENTO E COMPETÊNCIAS DOS GESTORES | 34
João Aguiar Coelho
STRESS E IMUNIDADE: UMA VISÃO HOLÍSTICA PARA O INDIVÍDUO | 37
Ema Sacadura Leite, António de Sousa Uva e Luís Mendonça Galaio
A IMPORTÂNCIA DO GRUPO PARA O BEM-ESTAR NO TRABALHO: UM ESTUDO COM POLÍCIAS | 40
Sónia P. Gonçalves
INFLUÊNCIAS DAS CRENÇAS E ATITUDES RODOVIÁRIAS ENQUANTO DETERMINANTES DA SINISTRALIDADE | 42
António Surrador, Soraia Jamal, Petra Marques, Maria José Fonseca e Daniela Freixo

BREVES | 45

SUMÁRIO 2
TRABALHO
CONSTRUÇÃO | 4
Importância da saúde e segurança na construção civil para evitar o síndrome de Burnout
Hamilton Júnior
SERVIÇOS | 8
As diferenças geracionais e a prudência, nos serviços de aviação
Natividade Gomes Augusto
INDÚSTRIA | 11
Segurança comportamental em empresas petrolíferas
Francisco Rocha Dias
SAÚDE | 14
Avaliação e percepção do risco de lesões músculo-esqueléticas relacionadas com o trabalho em enfermeiros de viatura médica de emergência e reanimação
Madalena Torres, Pedro Arezes e Mónica Paz Barroso

GRANDE ENTREVISTA (Acesso gratuito)
Grande Entrevista com PAULO MARQUES AUGUSTO | 21
Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

SOCIEDADE
FAMÍLIA | 17
As crianças e as tecnologias da informação e da comunicação
Júlio Santos
ESCOLA | 19
Os professores face ao bullying: meros observadores ou intervenientes activos?
Sofia Vale de Melo Valente
SAÚDE PÚBLICA | 26
Suicídio e risco de suicídio: uma problemática de saúde pública
Susana Sobral Mendonça
AMBIENTE | 28
Factores de risco sísmico, na perspectiva leiga
Carmen Diego Gonçalves
ESTRADA | 30
Comportamento do condutor e sinistralidade: alguns números
Ana Maria Coroado e Maria João Barros

CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-PRÁTICAS
FOTOGRAFIA EUROPEIA E NACIONAL DOS RISCOS PSICOSSOCIAIS: APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO INQUÉRITO EUROPEU ÀS EMPRESAS SOBRE NOVOS RISCOS EMERGENTES | 32
Sónia P. Gonçalves e Natividade Gomes Augusto
VAMOS CONVERSAR: INFLUÊNCIA NA MODIFICAÇÃO DO COMPORTAMENTO | 36
Artur Brites dos Santos
OS RISCOS DO RISCO: TÓPICOS PARA UM MAPEAMENTO IMPRESSIVO | 39
Helder Raposo
OS COMPORTAMENTOS DE ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO E SUAS CONSEQUÊNCIAS NAS VÍTIMAS | 41
Nuno Queiroz de Andrade e Telmo Mourinho Baptista
PERTURBAÇÕES PSICOLÓGICAS ASSOCIADAS AOS ACIDENTES DE TRABALHO | 44
Sónia P. Gonçalves

A aposta futura em SST será a nível comportamental porque poderá ser a aposta mais económica.

«Os riscos psicossociais ainda são uma realidade um pouco desconhecida nas empresas, mas a ACT não poderá ser tolerante, principalmente nas grandes empresas.»

Quando as organizações fixam para si o objetivo de atingir os “zero acidentes”, têm que contemplar no sistema de gestão de segurança, a cultura nacional, organizacional e de segurança. Neste artigo é apresentado um modelo conceptual, a partir do modelo de cultura nacional de Hofsted (1991), do modelo de reciprocidade de cultura de segurança de Cooper (2002), tendo-se cruzado as dimensões da cultura nacional com as dimensões da cultura de segurança. Será necessário testar empiricamente o modelo.A metodologia utilizada para a realização das avaliações psicossociais tem caráter interdisciplinar. É uma tentativa de identificar sintomas presentes ou latentes de transtornos mentais e comportamentais com base no referencial teórico-científico do psicólogo, em âmbito de contexto de vida do trabalhador, fora e dentro da empresa. É aplicada a trabalhadores que atuam em espaços confinados e trabalhos em altura.

Pág. 2 de 3

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…