Previna ocorrências com a Andragogia! As empresas têm crianças a trabalhar? Então, porque utiliza a Pedagogia?

28 fevereiro 2019
(0 votos)
Author :  

As empresas têm crianças a trabalhar?
Então, porque utiliza a Pedagogia?
Venha conhecer a Andragogia!
Previna Ocorrências!

FACILITADORES/FORMADORES: APRENDIZAGEM DE ADULTOS
CASOS GENERALISTAS E DE SEGURANÇA
Holiday Inn Lisbon-Continental | Lisboa
15 e 16 de maio de 2019 | 9H30 às 17H30 | 14 horas

Aplique e comprove nas suas formações a influência destas técnicas na consciência dos trabalhadores, especificamente na consciência de segurança!
Os grandes avanços verificados, nos últimos anos, nas ciências da formação demonstram que o termo andragogia é uma das vias de melhoria da qualidade das práticas formativas. No entanto, a andragogia continua a ser praticamente desconhecida, e até ignorada, pela maioria dos intervenientes e atores nos processos de formação. Continua-se a dar formação a adultos segundo o método utilizado em crianças, com base na pedagogia. É preciso mudar! É preciso perceber, potencializar, ativar e focar a “matéria-prima” que existe na sala de formação, sendo esta “os participantes”, para poder haver aprendizagem efetiva, desenvolvimento, mudança e inovação nas organizações. Potencialize os recursos humanos e financeiros investidos nas ações de formação, através da andragogia.

“(…) refere Natividade Augusto (2012) que nos contextos empresariais não se encontram crianças a trabalhar. Os trabalhadores são pessoas adultas, com grau de autonomia sobre a sua própria vida, e que carregam consigo uma mala de conhecimento e experiência adquirido ao longo de suas trajetórias de vida.”
Andrade, N. 2014. Os desafios da andragogia. Revista SC, 9, 40-41.
Peça-nos este artigo GRATUITAMENTE!
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Mais informações AQUI

  • Investigação e Análise de Acidentes, Quase-Acidentes e Pré-Acidentes – Fatores Humanos  (6.ªed.)

    Investigação e Análise de Acidentes, Quase-Acidentes e Pré-Acidentes – Fatores Humanos (6.ªed.)

    Formação ON-LINE
    21, 23, 28 e 30 novembro 2023 | 9H30 às 17H30 | 28 h

  • REVISÃO DAS GRADES CURRICULARES NA FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA DO TRABALHO, NO BRASIL

    REVISÃO DAS GRADES CURRICULARES NA FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA DO TRABALHO, NO BRASIL

    Houve necessidade de revisão das grades curriculares na formação dos profissionais de segurança do trabalho, no Brasil, de forma a se integrar temas relacionados com os fatores organizacionais e humanos. Foram incluídos na proposta diversos subtemas e testados tanto em contexto académico como em contexto empresarial. Os resultados foram muito positivos focando uma visão sistêmica, como por exemplo maior sinergia entre as áreas, melhoria dos processos, mais empatia, mais compromisso e envolvimento, melhor comunicação, entre outros.

  • ACIDENTES: A SINCRONICIDADE DO MAL

    ACIDENTES: A SINCRONICIDADE DO MAL

    As organizações são sistemas dinâmicos e incorporam diferentes graus de imprevisibilidade. Hoje sabemos que é na organização do trabalho (e não tanto na individualização dos erros e das falhas) que está centrado o grande foco dos acidentes. As pressões produtivas e/ou organizacionais estão entre as principais causas dos acidentes. O acidente representa falhas na atividade da empresa, ilustra as múltiplas fragilidades, vulnerabilidades e o fracasso do sistema de gestão da segurança aplicado na organização, representa muito mais do que o simples erro do trabalhador operacional. A prevenção de acidentes será muito mais eficaz se assentar, essencialmente, em fatores não-humanos.

Segurança Comportamental

A revista Segurança Comportamental é uma revista técnico-científica, com carácter independente, sendo a única revista em Portugal especializada em comportamentos de segurança.

Social Share

Pagamentos

# # # #


 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…